Strict Standards: Non-static method Loader::import() should not be called statically in /home/medplan/public_html/arquivo.medplan.com.br/loader.php on line 88

Strict Standards: Non-static method Loader::import() should not be called statically in /home/medplan/public_html/arquivo.medplan.com.br/loader.php on line 88

Strict Standards: Non-static method Loader::import() should not be called statically in /home/medplan/public_html/arquivo.medplan.com.br/loader.php on line 88

Strict Standards: Non-static method Loader::import() should not be called statically in /home/medplan/public_html/arquivo.medplan.com.br/loader.php on line 88

Strict Standards: Non-static method Loader::import() should not be called statically in /home/medplan/public_html/arquivo.medplan.com.br/loader.php on line 88

Strict Standards: Non-static method Loader::import() should not be called statically in /home/medplan/public_html/arquivo.medplan.com.br/loader.php on line 88

Strict Standards: Non-static method Loader::import() should not be called statically in /home/medplan/public_html/arquivo.medplan.com.br/loader.php on line 88
Medplan - Confiança quando você mais precisa

Pesquisar no Medplan

Álbuns

Strict Standards: Non-static method Loader::import() should not be called statically in /home/medplan/public_html/arquivo.medplan.com.br/loader.php on line 88
13.12.2013 - Confraternização Encaminhamento - Medplan
A turma do encaminhamento Vital, Standard e Master...

Veja Mais álbuns
Rir é o remédio


Strict Standards: Non-static method Loader::import() should not be called statically in /home/medplan/public_html/arquivo.medplan.com.br/loader.php on line 88

Clique aqui
Medplan / Atuação

Enquetes anteriores


Enquete

Para internautas, Lei do Silêncio de Teresina não está sendo cumprida



No dia 25 de abril, a Lei do Silêncio de Teresina completa dois anos de vigência. De autoria do vereador João Cláudio, a mesma estabelece, ente outras medidas, os níveis máximo (em decibéis) de sons e ruídos permitidos nos diversos ambientes da cidade.

Mas, afinal, será que a população está satisfeita com a lei? Para saber disso, o portal Medplan lançou a seguinte enquete: “A Lei do Silêncio de Teresina, que limita os níveis de altura de sons em cada horário, está próxima de completar dois anos. Você acha que a legislação está sendo cumprida?”

Como já era de se esperar, a maioria demonstrou insatisfação com os resultados da lei. No entanto, as diferenças de opinião aparecem no decorrer das justificativas, ao apontar os culpados para o não cumprimento da legislação.

Para 39,5% dos participantes da enquete que acham que a lei não está valendo a pena, isso acontece por conta da precária fiscalização dos órgãos públicos. Neste caso, o maior responsável seria a Delegacia Móvel do Silêncio, criada com o objetivo de coibir a desordem sonora que invade grande parte da cidade. Esta deve atuar em parceria com diversos órgãos, como Strans, Bptran, SDU´s e Polícia Militar do Piauí. Mas, de acordo com os internautas, o trabalho deixa a desejar.

Já para 32,6% a culpa é da população, que ainda é muito mal educada e continua deixando o barulho prevalecer pelas ruas e bairros de Teresina. É fácil constatar que, mesmo com a aprovação da lei pela Prefeitura Municipal e pelo lançamento da cartilha explicando todos os seus encaminhamentos, muitas pessoas parecem não dar importância para as possíveis punições. Basta sair à noite de casa para encontrar, sem muito esforço, grupos de jovens se divertindo com sons de carro cada vez mais potentes, que ultrapassam os limites de decibéis permitidos.

Porém, ainda há aqueles, aqui representados por 4,7% dos votos da enquete, que parecem sentir-se incomodados apenas com o barulho proveniente dos bares. Para estes, a causa para a Lei do Silêncio ser violada é o fato dos bares não cumprirem os horários de funcionamento, instituídos através do projeto “Boa noite, Teresina”, também sancionado pela Prefeitura. Segundo esta medida, os estabelecimentos deveriam fechar às 2 horas, de domingo à quinta, e às 3 horas, nas sextas, sábados e vésperas de feriados.

Apesar do barulho incomodar a maioria da população, 20,9% dos votantes da enquete do Medplan acham que a Lei do Silêncio está sendo cumprida, mas ainda precisa melhorar. Enquanto uma minoria, representada por 2,3%, consegue perceber seus resultados e se dão por satisfeitos



Dayanne Holanda
Ilustrações: Jota A (extraídas da cartilha Lei do Silêncio)
19.03.2008
A Lei do Silêncio de Teresina, que limita os níveis de altura de sons em cada horário, está próxima de completar um ano. Você acha que a legislação está sendo cumprida? 

Não. A culpa é dos bares que não cumprem os horários de funcionamento.
4.7 %
Não. A culpa é da população que ainda é muito mal educada.
32.6 %
Não, a fiscalização feita pelos órgãos públicos é muito precária.
39.5 %
Sim, mas ainda precisa melhorar
20.9 %
Sim, estou satisfeito.
2.3 %

« Veja os resultados das outras enquetes


Fale com o Medplan : (86) 3131-8888 | medplan@medplan.com.br
Novos números: Atendimento 24h: (86) 3131-0700 Informações: (86) 3131-8888
© 2004-2018 | Medplan Assistência Médica| Todos os direitos reservados | Política de Privacidade | Expediente
Estatísticas: 1013638 Acessos