Strict Standards: Non-static method Loader::import() should not be called statically in /home/medplan/public_html/arquivo.medplan.com.br/loader.php on line 88

Strict Standards: Non-static method Loader::import() should not be called statically in /home/medplan/public_html/arquivo.medplan.com.br/loader.php on line 88

Strict Standards: Non-static method Loader::import() should not be called statically in /home/medplan/public_html/arquivo.medplan.com.br/loader.php on line 88

Strict Standards: Non-static method Loader::import() should not be called statically in /home/medplan/public_html/arquivo.medplan.com.br/loader.php on line 88

Strict Standards: Non-static method Loader::import() should not be called statically in /home/medplan/public_html/arquivo.medplan.com.br/loader.php on line 88

Strict Standards: Non-static method Loader::import() should not be called statically in /home/medplan/public_html/arquivo.medplan.com.br/loader.php on line 88

Strict Standards: Non-static method Loader::import() should not be called statically in /home/medplan/public_html/arquivo.medplan.com.br/loader.php on line 88
Paulo Tajra: História de um campeão - Medplan

Pesquisar no Medplan

Álbuns

Strict Standards: Non-static method Loader::import() should not be called statically in /home/medplan/public_html/arquivo.medplan.com.br/loader.php on line 88
13.12.2013 - Confraternização Encaminhamento - Medplan
A turma do encaminhamento Vital, Standard e Master...

Veja Mais álbuns
Rir é o remédio


Strict Standards: Non-static method Loader::import() should not be called statically in /home/medplan/public_html/arquivo.medplan.com.br/loader.php on line 88

Clique aqui

Strict Standards: Non-static method Loader::import() should not be called statically in /home/medplan/public_html/arquivo.medplan.com.br/loader.php on line 88

Strict Standards: Non-static method Loader::import() should not be called statically in /home/medplan/public_html/arquivo.medplan.com.br/loader.php on line 88

Strict Standards: Non-static method Loader::import() should not be called statically in /home/medplan/public_html/arquivo.medplan.com.br/loader.php on line 88

Strict Standards: Non-static method Loader::import() should not be called statically in /home/medplan/public_html/arquivo.medplan.com.br/loader.php on line 88

Deprecated: Function sql_regcase() is deprecated in /home/medplan/public_html/arquivo.medplan.com.br/conteudo.php on line 35
Imprensa / Retrato 3x4 de uma pessoa 100x100
20 de Outubro de 2008 - Entrevista

Paulo Tajra: História de um campeão

Visão empresarial aguçada, conhecimento e constante reciclagem foram, e ainda são, os ingredientes essenciais para o sucesso de Paulo Tajra, dono da maior e melhor cadeia de restaurantes do Piauí, e um verdadeiro campeão.


Montar uma rede de restaurantes numa cidade onde encontrar mão-de-obra qualificada é uma tarefa árdua e que exige paciência, não é para qualquer pessoa. Só mesmo alguém apaixonado por sua terra e com coragem e determinação é capaz de tamanho feito, alguém como Paulo Tajra, proprietário da cadeia de restaurantes Favorito.
 
O exemplo do pai, Raimundo Portela, que foi um grande empresário do ramo industrial e comercial , levou Paulo a acreditar no seu potencial e tornar-se um empreendedor de sucesso no ramo da gastronomia, atividade que não deixa de exercer nem em seus momentos de folga, sempre buscando conhecer novos pratos e sabores, além de também cozinhar de vez em quando para a família.
 
Mas o currículo de Paulo Tajra não se resume à Rede Favorito: o empresário  dirigiu por 15 anos o Rio Poty Hotel (1987-2002), foi Presidente da Associação Brasileira de Agências de Viagens do Piauí – ABAV/PI (1989-1995), integrante do Conselho Nacional da ABAV(1995-1997), Presidente da Associação Brasileira da Indústria Hoteleira do Piauí – ABIH/PI (1988-1990), Diretor do Conselho Fiscal da ABIH Nacional (1990-1992) e Presidente do Skal Clube de Teresina, entidade que reuni profissionais do turismo das mais diversas áreas.
 
E não pára por aí. Em 1998, Paulo Tajra entrou para o Fórum de Líderes da Gazeta Mercantil, tendo sido um dos cinco empresários piauienses de maior destaque naquele ano. Confira agora, de perto, em nossa entrevista, a história de Paulo Tajra Portela de Melo, um gigante que nasceu em 19 de agosto de 1957, para entrar para a história de sua terra natal, Teresina.
 
Como surgiu o interesse pela gastronomia?
 
Sempre fui um profissional curioso com a área de alimentos e bebidas. Na verdade, minha história de vida sempre esteve ligada à gastronomia. Quando iniciamos o Hotel Rio Poty, em Teresina, implantamos um conceito inovador para a sociedade local, não somente o conceito de hospedagem, mas especialmente o de restaurante, que fez do restaurante La Gondola um pioneiro em pratos elaborados e um cardápio estudado prato a prato. Tanto o La Gôndola quanto o restaurante Tarrafa´s inovaram na cidade com um serviço “empratado”, até então de reduzidíssimo conhecimento. Com essa visão para a gastronomia, comecei a pensar em abrir o meu primeiro restaurante, o Favorito Pizza & Sushi, inaugurado em Junho de 2001.Dessa experiência nasceram cinco restaurantes e um bar, que hoje dirigimos em Teresina: Favorito Pizza & Sushi, Favorito Grill, Favorito Comida Típica, Favorito Bistrô, Favorito Churrascaria e Favorito Casual Bar, inaugurados ao longo dos sete últimos anos.


Quais as dificuldades de implantar um negócio em Teresina?
 
Eu vejo duas dificuldades básicas. A primeira está relacionada ao mercado local. O teresinense resiste muito a inovações, e prefere manter-se fiel a pratos convencionais, evitando ousar. Quando trazemos uma nova proposta, em princípio observamos uma certa rejeição, mas aos poucos a clientela vai descobrindo que essas inovações estão sendo experimentadas no mundo inteiro. A segunda dificuldade está relacionada à mão-de-obra local. Poucos são os profissionais de atendimento e cozinha que se interessam em pesquisar sobre as suas profissões e espelhar-se em outros restaurantes. Transformam erros básicos em erros eternos, aqueles que vão passando de pai para filho. Romper com essa tradição de atendimento, às vezes descontraído e desprovido de técnicas do profissional local, e colocá-lo diante do desafio de oferecer uma nova proposta de atendimento é muito difícil, mas acabamos treinando-os com afinco, e hoje temos uma equipe afinada e conhecedora das boas técnicas de atendimento.
 
O que explica o sucesso da rede?
 
Acredito que uma visão empresarial aguçada, pelo conhecimento e permanente reciclagem no ramo da gastronomia, é um desses fatores. Outra coisa é a participação constante em eventos ligados à gastronomia, para nos espelharmos nas suas tendências. Outro ponto importante é o profissionalismo. Os empreendimentos são conduzidos em permanente manutenção dos padrões de qualidade, conservando pessoal com larga experiência no ramo. Cozinheiros e garçons vindos de grandes restaurantes de renome nacional e pessoal administrativo com bons conhecimentos em suas áreas específicas. Uma outra razão de sucesso acredito estar relacionada à ousadia. Os empreendimentos estão se expandindo à média de um por ano, com início em Junho de 2001. A implantação de um novo empreendimento obedece, via de regra, a uma visão de mercado, tendo as grandes cidades como indutoras das tendências gastronômicas. O meu interesse pela gastronomia me leva a pesquisar muito o assunto, e com isso vem a oportunidade de aprender sobre o mercado e suas sutilezas. Muitos empreendimentos não dão certo porque os seus empreendedores não se dedicam e muitas vezes não têm o conhecimento sobre o ramo que estão entrando. Isso transforma o empreendimento em uma aventura, fadada ao fracasso em muito pouco tempo.
 
De onde vem tanta garra e determinação?
 
Herdei de meu pai esse interesse pelo empreendedorismo. Foi esta a opção de vida que escolhi, para tentar levar à sociedade sempre novos desafios gastronômicos. Isso é o que move os meus empreendimentos, é de onde tiro a garra para conduzi-los.
 
Qual a influência do seu pai na sua formação e no seu sucesso profissional?
 
Como já disse, meu pai foi um empreendedor. Mesmo falecendo aos 45 anos de idade, implantou em nossa cidade diversas empresas no ramo industrial e comercial. Atuava também na ramo da construção civil, sendo àquela época um financiador de moradias em nossa cidade. E ainda encontrava tempo para transmitir seus conhecimentos como  professor da cadeira de desenho do Liceu Piauiense. Quando implantou o cinema e hotel Royal, trouxe uma inovação, uma casa moderna, com conceitos diferentes do que estávamos habituados. Acho que consegui absorver grandes pontos positivos de sua vida: o desafio, a ousadia e uma visão de futuro bem delineada.
 
Quais os projetos para o futuro?
 
Está em curso mais um empreendimento que deveremos inaugurar em breve. Trata-se de um restaurante de comidas rápidas (quiches e grelhados com massas e risotos) com uma delicatessen, que se instalará na nova mega loja Pintos (ao lado do Riverside), trazendo aos teresinenses produtos finos, delicados, como convém ao nome “delicatessen”. Essa nova proposta do Favorito também entrará na distribuição de vinhos da importadora Decanter,  uma boulangerie (pães artesanais e viennoiserie), uma pâtisserie francesa (guloseimas, éclairs, mil folhas, chocolates, doces clássicos individuais e macarrons) e uma rôtisserie (pratos especiais sob encomendas). Por outro lado, recebemos convite para participar de um empreendimento na praia do Coqueiro, que está em análise de viabilidade. Portanto, continuar investindo com profissionalismo, de olho nas tendências de mercado, e continuar insistindo para que Teresina esteja sempre em consonância com o que há de mais moderno em casas de alimentação. Além disso, continuar descobrindo novas combinações gastronômicas, para encantar o nosso cliente não apenas pelo sabor, mas por todo um conjunto de elementos que se envolvem no ato de levar um prato à mesa.
 
 
E para finalizar, o que o senhor faz nos momentos de folga? 
 
A minha vida é a gastronomia. As minhas folgas são voltadas para esse assunto. Quando viajo, estou sempre em contato com o que fazem e oferecem os restaurantes que freqüento. Leio muito sobre gastronomia, pois tenho uma vasta biblioteca sobre o tema. Nossos cardápios estão em constantes ajustes, porque estamos sempre procurando adaptá-los para não cansar a clientela. E, claro, também gosto de cozinhar, pois aproveito sempre as reuniões familiares para experimentar novo desafios na panela!

 

Denise Moura
20.10.08


Veja mais
Fale com o Medplan : (86) 3131-8888 | medplan@medplan.com.br
Novos números: Atendimento 24h: (86) 3131-0700 Informações: (86) 3131-8888
© 2004-2018 | Medplan Assistência Médica| Todos os direitos reservados | Política de Privacidade | Expediente
Estatísticas: 1212427 Acessos